Bem-vindo ao site do Norte de Mato Grosso, Peixoto de Azevedo/MT, domingo 24 de março 2019
Midia Kit
Geral - Covarde

Marido é preso suspeito de ter matado policial civil

Delegado diz que PM confessou o crime. Já o advogado afirma que ele nega ter matado a mulher.

O policial militar Fernando Lopes foi preso nesta sexta-feira (8) suspeito de ter matado a policial civil recém-formada Karla Silva de Sá Lopes, de 28 anos. De acordo com o delegado Vicente Soares, o marido confessou o crime. Já o advogado do suspeito disse que ele nega.

A mulher, que estava desaparecidade desde quarta (6), foi achada morta na quinta (7). A polícia não passou mais informações sobre as circunstâncias da morte ou onde o corpo foi achado.

"Todos os fatos apurados já indicavam o crime de feminicídio praticado pelo marido, o que se confirmou com a confissão do mesmo perante o capitão da Polícia Militar, tendo ainda indicado por meio do desenho de um mapa o local em que teria enterrado a vítima", disse o delegado.

A defesa argumenta que não houve confissão. "Ele reservou-se ao direito de permanecer em silêncio, por orientação minha, e não houve confissão nenhuma", informou o advogado de Lopes, Luiz Eduardo Righetto.

Na noite de quinta, o advogado disse ao G1 que o policial prestou depoimento à Polícia Civil e que entregou para a perícia a arma que usa profissionalmente.

Prisão

"Como não houve flagrante, foi representada pela prisão preventiva ainda na noite de quinta, a qual foi deferida. O mandado foi cumprido na manhã desta sexta e o preso, por ser PM da reserva, está preso no 12º Batalhão, em Balneário Camboriú", informou o delegado.

Segundo o advogado, Lopes recebeu ameaças em mensagens no telefone e, por isso, diz ter pedido que o suspeito permanecesse no batalhão da PM por segurança. A defesa ainda diz que vai tentar revogar a prisão preventiva.

Desaparecimento

Na quarta-feira, o marido disse que a policial civil saiu de casa, em Itapema, na manhã de quarta (6) para caminhar e não foi mais vista. Lopes foi quem notificou o desaparecimento à Polícia Civil.

Atenção! O site "Realidade MT" não se responsabiliza por calúnias, injúrias, linguajar inapropriado, preconceituoso ou quaisquer afirmações de natureza ofensiva que venham a ser veiculadas nesse espaço, sendo que essa responsabilidade recai inteiramente sobre o usuário que se utilizar deste espaço democrático e livre de forma inadequada.

VÍDEOS

Propostas retomam a política de valorização do salário mínimo

OPINIÃO

Mediação em conflitos judicializados, é possível?
Ainda existem muitas dúvidas quanto à possibilidade da mediação no curso do procedimento judicial. A...
Sigilo entre advogado e cliente é lei e deve ser respeitado
Este é o nosso primeiro artigo deste ano. Portanto, quero desejar-lhes um feliz 2018, de muita paz e...
ver mais

ENTRENENIMENTO

Fusão
Fusão Disney e Fox é finalizada e Deadpool comemora

TECNOLOGIA

Internet
Centenas de perfis falsos teriam tentado influenciar eleições no Brasil

ESTADO

Celular
Max Russi volta a cobrar sinal de celular em distritos de Barra do Garças
de - Municípios
TJ decide e Barra do Garças perde 70 mil hectares para a vizinha Nova Xavantina