Bem-vindo ao site do Norte de Mato Grosso, Peixoto de Azevedo/MT, domingo 24 de março 2019
Midia Kit
Cidades - Usina - Hidrelétrica

Sema decide revisar de R$ 4,5 milhões para R$ 15 milhões compensação a ser paga pela Usina Hidrelétrica Sinop

A câmara técnica de compensação ambiental da secretaria estadual de Meio Ambiente (Sema) decidiu, ontem à tarde, revisar o valor da compensação ambiental da Usina Hidrelétrica Sinop (UHE Sinop) de R$ 4,5 milhões para R$ 15,5 milhões.

O valor deve ser pago pela empresa para o poder público. Conforme o assessor chefe Rodrigo Quintana Fernandes, o valor apresentado pelo empreendedor com referência em R$ 1,1 bilhão em investimentos estava inadequado, haja vista que serão aplicados R$ 3,2 bilhões. “Com a correção e a atualização dos valores chegamos nesse total”, informou.

O recurso terá quatro destinos principais, que são a revitalização do Parque Florestal de Sinop e de Terra Nova do Norte; apoio à criação de unidades de conservação (UCs) em Sorrido e Colíder e o desenvolvimento de uma consultoria para criação de um Plano de Negócios na área de turismo para as UCs de Mato Grosso, com prioridade para os Parques Estaduais Mãe Bonifácia, Zé Bolo Flô e Massairo Okamura, em Cuiabá, informa a assessoria da Sema.

Segundo o secretário de Meio Ambiente e vice-governador, Carlos Fávaro, está definido o remanejamento de R$ 2,5 milhões em compensação ambiental para beneficiar o Parque Mãe Bonifácia. Entre as melhorias previstas estão: construção de um mirante, reforma e ampliação de banheiros, implantação de academias ao ar livre, reforma e melhoria do casarão e de outras estruturas da unidade. O processo de compensação ambiental é previsto pelo artigo 36, da Lei 9.985/2000, que regulamenta o Sistema Nacional de Unidades de Conservação. A partir dessa legislação, nos empreendimentos com significativo impacto ambiental, o empreendedor fica obrigado a destinar um percentual do valor do empreendimento para a criação ou gestão de unidades de conservação de proteção integral. A Câmara de Compensação Ambiental da Sema é composta por servidores de vários setores e também pela Subprocuradoria-Geral de Defesa do Meio Ambiente. Participaram desta última reunião também: o secretário executivo André Baby, a secretária adjunta de Licenciamento Ambiental e Recursos Hídricos, Mauren Lazzaretti, o superintendente de Mudanças Climáticas e Biodiversidade, Elton Antônio Silveira, o coordenador da Cuco, Jean Carlo Holz, o superintendente de Tecnologia da Informação, Fábio Hordi, e o subprocurador Cláudio de Assis.

Atenção! O site "Realidade MT" não se responsabiliza por calúnias, injúrias, linguajar inapropriado, preconceituoso ou quaisquer afirmações de natureza ofensiva que venham a ser veiculadas nesse espaço, sendo que essa responsabilidade recai inteiramente sobre o usuário que se utilizar deste espaço democrático e livre de forma inadequada.

VÍDEOS

Propostas retomam a política de valorização do salário mínimo

OPINIÃO

Mediação em conflitos judicializados, é possível?
Ainda existem muitas dúvidas quanto à possibilidade da mediação no curso do procedimento judicial. A...
Sigilo entre advogado e cliente é lei e deve ser respeitado
Este é o nosso primeiro artigo deste ano. Portanto, quero desejar-lhes um feliz 2018, de muita paz e...
ver mais

ENTRENENIMENTO

Fusão
Fusão Disney e Fox é finalizada e Deadpool comemora

TECNOLOGIA

Internet
Centenas de perfis falsos teriam tentado influenciar eleições no Brasil

ESTADO

Celular
Max Russi volta a cobrar sinal de celular em distritos de Barra do Garças
de - Municípios
TJ decide e Barra do Garças perde 70 mil hectares para a vizinha Nova Xavantina